segunda-feira, maio 18, 2009


A reflexão a que o vídeo em questão nos levou faz aflorar em nossos corações a seguinte indagação: qual é o limite dos avanços tecnológicos que circundam a humanidade e que nela têm sua origem? Uma vez que dispomos de inumeráveis recursos, os quais descortinam diante de nossos olhos horizontes com que jamais sonháramos antes, cabe ressaltar que, sim, devemos lançar mão dos mesmos recursos em benefício da educação, sem, contudo, nos deixar escravizar por tal tecnologia. Se fomos capazes de desenvolvê-la, a ponto de nos vermos rodeados pela mesma, somos também capazes de livremente educar, ensinar, instruir, capacitar e formar sem tê-la como único meio e fim.

André Santana Machado,

Professor

Nenhum comentário:

Apresentação Final do Professor Hélio Queiroz

Projeto sala virtual de Adriana Moura